quarta-feira, 1 de julho de 2009

essa coisa de crise existencial não acontece com engenheiros

quando entramos na Era de Aquário, o anjo torto de Drummond pediu ajuda pro anjo safado do Chico e temperaram o mundo com os sete pecados capitais e mais tantos outros vícios, ai o mundo ficou todo errado. essa tal de pós-mudernidade transformou tudo numa sociedade liquidamente global baumaniana onde a normalidade é extremamente pirada e vice-versa. o negócio é tão complexo que não dá mais pra definir quem é bandido e quem é mocinho, é tudo uma questão sociológica, mas a lógica da sociedade mesmo ninguém sabe como é que é. mas eu sei, engenheiro não tem crise existencial. e eu, às vezes não sei se escolhi as ciências humans por uma inclinação à priori, ou se sou assim porque fiz ciências humanas.

2 comentários:

Rodrigo disse...

Vai saber o que é normal...

Natali disse...

Mas tá muito engraçado, humor pessimista né?! Porque no fundo a gente gosta desse tipo de coisa...